Segundo a polícia, não houve flagrante e, por isso, o suspeito responde em liberdade.

Menina de sete anos foi enterrada, nesta segunda-feira (20).

Criança foi atropelada quando saiu de casa para comprar doces, em Cascavel O motorista de 20 anos que atropelou e matou uma criança, em Cascavel, no oeste do Paraná, no sábado (18), não tem carteira de habilitação, segundo a Polícia Civil.

A menina, que tinha sete anos, foi enterrada na manhã desta segunda-feira (20), e o suspeito responde em liberdade. Câmeras de monitoramento registraram o acidente.

As imagens mostram quando a criança é arremessada, após o impacto do atropelamento.

De acordo com a polícia, o suspeito não foi preso porque, após o atropelamento, tentou fugir e foi agredido por populares.

Em seguida, foi levado por socorristas ao hospital e, por isso, não houve o flagrante. Segundo a polícia ainda, como o suspeito foi levado para o hospital, também não foi possível realizar o teste do bafômetro e verificar se o motorista estava bêbado no momento do acidente. De acordo com a amiga da família Maria Eduarda da Silva Alves, a criança completaria 8 anos de idade em fevereiro.

Ela comemoraria o aniversário com a prima.

"Como vai ser o aniversário da priminha dela também, a gente tinha combinado de fazer um bolo grande, de fazer uma festinha para as duas.

Ela ficou bem feliz com a festinha, mas não deu tempo." Criança de 7 anos morre atropelada em Cascavel Investigações Conforme a Polícia Civil ainda, os socorristas que fizeram o atendimento do suspeito serão ouvidos.

As investigações tentarão apurar se o motorista tinha consumido bebida alcoólica antes de dirigir. Familiares e testemunhas, segundo a polícia, também prestarão depoimento durante a investigação.

O suspeito, a princípio, responderá por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, segundo a polícia. De acordo com a Polícia Civil, o fato do motorista responder em liberdade não atrapalhará as investigações. Motorista do carro que atropelou criança em Cascavel tentou fugir, segundo a PM Alceu Kuznik/Arquivo pessoal Acidente Segundo os familiares da vítima, a criança tinha saído de casa para comprar doces. A menina chegou a ser socorrida pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O motorista foi levado ao Hospital Universitário (HU) de Cascavel, devido aos ferimentos que sofreu, e foi liberado na manhã de domingo (19), segundo a Polícia Civil. Câmera de monitoramento registrou o momento do acidente, em Cascavel Imagens cedidas/Câmera de monitoramento Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.